Novembro-Dezembro de 2020

Perspectivas pastorais em tempo de pandemia

Editorial

Estamos às portas de concluir 2020. Ano marcado por tensões, incertezas e sofrimento. A pandemia do novo coronavírus lançou sobre nós uma nuvem de incertezas. A rotina, já tão precária, transformou-se num quadro de angústia e desespero. A mudança não foi somente na rotina. Na verdade, a Covid-19 revirou e mudou nossa vida.

Ainda é cedo para interpretar tantos fenômenos. O medo do vírus nos ronda e até nos bloqueia. Embora haja uma avalanche de previsões e opiniões de todos os matizes, talvez precisaremos de certo distanciamento para ler as transformações pela quais o mundo vem passando. No entanto, a leitura dos “sinais dos tempos”, tão querida pelo Concílio Vaticano II, pede-nos atenção. Essa leitura é urgente, sobretudo porque, no tempo presente, os que mais padecem as consequências da pandemia são os pobres, os invisíveis.

Artigos Ver todos

ESPERAR O MUNDO QUE VIRÁ: Perspectivas escatológicas a partir da COVID-19

Dom Leomar Antônio Brustolin

INTRODUÇÃO A Constituição Pastoral Gaudium et Spes (GS), do Concílio Vaticano II, afirmou que “é dever da Igreja investigar a todo momento os sinais dos tempos e interpretá-los à luz do Evangelho; para que assim possa responder, de modo adaptado, em cada geração, às eternas perguntas dos homens acerca...

A IGREJA NO PÓS-COVID-19: DESAFIOS PASTORAIS

Maria Cecilia Domezi

Introdução “Estende a tua mão ao pobre” (Eclo 7,32) é o slogan da carta que, em 13 de junho deste ano, o papa Francisco publicou como mensagem sua para o IV Dia Mundial dos Pobres, a ser celebrado em 15 de novembro de 2020. No intenso convívio com a...

PEQUENAS COMUNIDADES MISSIONÁRIAS: Uma saída pastoral para a Igreja pós-pandemia?

Normando Martins Leite Filho

CONTEXTO ECLESIAL Desde março de 2020, tivemos no mundo uma situação nova, com a qual a Igreja católica teve de se defrontar: a pandemia da Covid-19. A partir do momento em que foi decretada a pandemia pela Organização Mundial da Saúde, os órgãos governamentais adotaram protocolos rígidos de distanciamento...

PADRE, A GENTE SABE REZAR!

Pe. Carlos Henrique Alves de Resende

INTRODUÇÃO Repetindo as palavras do papa Francisco, no momento extraordinário de oração em tempo de epidemia realizado no adro da basílica de São Pedro no dia 27 de março de 2020: “fomos surpreendidos por uma tempestade”. No cenário de enfrentamento à Covid-19, o isolamento social se apresentou como uma...

Roteiros homiléticos Ver todos

TODOS OS FIÉIS DEFUNTOS

2 de novembro

“O Senhor é minha luz e salvação” (Sl 26,1)

I. Introdução geral Na liturgia deste dia, intercedemos por todos os fiéis defuntos. A verdadeira intercessão não significa tanto fazer petições ou mesmo proferir palavras, mas consiste simplesmente em estar com Deus e pôr aqueles que amamos diante do seu coração amoroso. Nossa atitude é a esperança de que...

TODOS OS SANTOS

1° de novembro

Santidade: a vocação da humanidade

I. INTRODUÇÃO GERAL A solenidade deste dia recorda que a santidade é a verdadeira vocação da humanidade e, por isso, é acessível a todas as pessoas. O caminho para alcançá-la consiste em viver o programa de vida de Jesus, expresso nas bem-aventuranças (Evangelho). Criado à imagem e semelhança de...

30º DOMINGO DO TEMPO COMUM

25 de outubro

O maior mandamento é o amor

I. Introdução geral No centro desta liturgia está o tema do amor a Deus e ao próximo, definido por Jesus como o maior mandamento da Lei e coração de toda a Escritura. É isso o que afirma o Evangelho, no qual Jesus responde a um questionamento dos fariseus, mostrando...

29º DOMINGO DO TEMPO COMUM

18 de outubro

É Deus o Senhor da história e de todo ser humano

I. Introdução geral O tema central desta liturgia é a afirmação de Deus como único Senhor da história e da vida de cada pessoa. A profecia de Isaías lê os acontecimentos do final do exílio à luz da fé, mostrando como Deus se interessa pelos eventos da história, promovendo...